Indústria sustentável: o que você precisa saber para 2022

industria sustentavel

Basta acompanhar o noticiário ou fazer uma pesquisa na internet para compreender que a indústria sustentável é uma tendência para os próximos anos. A preocupação com o meio ambiente e a busca pela evolução em conjunto com a natureza são fatores que colocam a sustentabilidade empresarial em alta. 

E, para que esse cenário seja uma realidade nas organizações, existem diversas ideias e parâmetros que podem ser inseridos no dia a dia, modificando a forma de trabalho e contribuindo com o equilíbrio do ambiente.

Uma indústria sustentável deve levar em consideração o crescimento do negócio e a preservação das matas, rios e do solo. Quer saber mais? Então confira o conteúdo completo.

Indústria sustentável: o que vimos até aqui?

É fato que a preocupação com o planeta não é algo que começou a surgir nos últimos meses. Esse tem sido o tema de vários debates globais, trazendo à tona o que cada nação pode fazer para melhorar a nossa relação com a terra. 

Sabemos que o desenvolvimento da indústria também é uma tendência, e o segredo é encontrar uma forma de unir os pontos positivos de cada processo, pensando em novas tecnologias e na saúde do mundo.

Por isso, existem algumas leis que devem ser conhecidas pela indústria sustentável, com o objetivo de mapear os processos e contribuir com os impactos causados na fauna e na flora – direta ou indiretamente.

Uma das mais conhecidas é a Lei da Política Nacional do Meio Ambiente, aprovada em 1981. Isso porque as normas acompanham a evolução das empresas, categorizando possíveis estragos que as organizações podem causar à sociedade.

A Lei nº 9605, o Decreto nº 3179 e a Resolução CONAMA são outras regras que devem ser conhecidas e seguidas por todas as instituições. Também existem os objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil, política criada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Ao todo, são 17 metas que afetam o cotidiano das empresas e sociedade, incluindo a erradicação da pobreza, trabalho decente e crescimento econômico, indústria, inovação e infraestrutura e a ação contra a mudança global do clima.

Boas práticas da indústria sustentável

Existem diversas ações que podem ser incluídas no dia a dia de trabalho, melhorando a relação do homem com a natureza e até mesmo a rotina dos colaboradores.

Pensar em políticas internas que previnem o desperdício e mudanças de processos que utilizam muitos recursos naturais, por exemplo, são medidas que fazem a diferença para a indústria sustentável. Confira outras dicas:

  • Reaproveitamento da água

Entre os recursos naturais, a água é um dos mais importantes. Responsável por permitir a existência humana e a execução de diversos processos, esse bem pode ficar escasso no futuro.

Então, para que essa não seja a realidade, é fundamental repensar nos processos internos da empresa, priorizando soluções para a economia. Mais do que uma queda nas contas, o objetivo é buscar por soluções de reaproveitamento, utilizando esse recurso de forma consciente.

Como a discussão sobre a água é algo que já faz parte do dia a dia, adotar mecanismos eficientes é uma tendência para esse ano.

  • Economia de energia

A maneira como utilizamos a energia também é decisiva para a indústria sustentável. Adotar medidas de economia de energia na empresa e optar por máquinas que consomem menos eletricidade são fatores que fazem a diferença.

É fundamental escolher um sistema que seja capaz de gerenciar o uso da luz ou a iluminação sustentável, melhorando o uso da eletricidade.

  • Conscientização dos colaboradores

Atuar na conscientização é um dos pilares para quem busca desenvolvimento e sustentabilidade, afinal, essa ação pode impactar toda a sociedade.

Por mais que as informações estejam disponíveis, é essencial manter uma conversa direta com os profissionais, explicando as vantagens do uso consciente, não apenas no ambiente de trabalho, mas no próprio lar.

É importante que as pessoas saibam como cada recurso deve ser utilizado e os motivos para não exagerar. Com uma equipe instruída fica mais fácil alcançar as metas e objetivos, não é mesmo?

Deseja melhorar a experiência dos colaboradores? Então confira o infográfico sobre CFD e saiba como esse mecanismo pode ser eficiente..

A importância de seguir a ESG para garantir sustentabilidade nas indústrias

Outro termo que promete chamar a atenção é o environment, social & governance (ESG) ou ambiental, social e governança –  em tradução livre. A sigla é utilizada para mencionar as boas práticas que podem ser adotadas pelas organizações, contribuindo com o equilíbrio social.

Ao adotar esse mecanismo, é fundamental que a empresa pense em ações que englobam os três pilares. No caso do meio ambiente, por exemplo, é preciso pensar nos impactos diretos e indiretos na natureza.

Na questão social, muitas organizações começaram a pensar nas desigualdades sistêmicas e na satisfação/experiência do cliente. Já na governança, os direitos e deveres de cada profissional passaram a ser discutidos nas organizações.

Vale ressaltar que o ESG já está sendo utilizado por diversas marcas, independente do segmento de atuação. A solução é ideal para aqueles que já entenderam que a definição de políticas e práticas conscientes podem mudar a concepção de todos que fazem parte do processo – seja na criação de um produto ou no consumo de uma solução.

Quer saber mais sobre a indústria sustentável? Faça o nosso teste e confira!

O Grupo MB utiliza cookies sob o objetivo de melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. Para entender melhor leia a nossa Política de Privacidade.

Clique no botão abaixo para entrar em contato via WhatsApp