Janelas industriais: entenda a importância da eficiência na entrada do ar

Janelas industriais: entenda a importância da eficiência na entrada do ar
Projetar janelas industriais, ou melhor dizendo, venezianas industriais, é uma tarefa bastante criteriosa, pois envolve uma série de fatores relacionados à ventilação adequada do ambiente de trabalho. Isso, por sua vez, impacta a saúde e o bem-estar dos colaboradores e a produtividade da fábrica.

As venezianas industriais são campeãs de escolha em projetos de ventilação natural, tanto em obras novas quanto em projetos de retrofit que visam a tornar as instalações mais modernas e sustentáveis.
Grandes aliadas da produtividade e economia de energia nas indústrias, as venezianas podem se tornar ainda mais eficientes se forem observados alguns conceitos durante seu dimensionamento, como a permeabilidade.
Neste post, listamos as vantagens de investir em venezianas industriais e explicamos os principais fatores que interferem na eficiência da solução. Confira!

Quais são os principais modelos de janelas industriais?

Existem diversos modelos de venezianas industriais, e escolher o melhor deles depende do segmento da empresa. A instalação sempre ocorre nas laterais da indústria em questão.
Eles podem ter diversas dimensões e layouts; possuir aletas móveis ou fixas. No caso das venezianas móveis, o acionamento pode ser automatizado ou manual (controle remoto ou alavancas).
Além da escolha entre aletas fixas e móveis, é preciso ter atenção ao material. Essa parte é desenvolvida e estrategicamente pensada pelo setor de projetos para garantir máxima eficiência do produto.
Para seu conhecimento, apresentamos a seguir os principais materiais que compõem as aletas de venezianas industriais. Veja!
  • PVC (policloreto de vinila) — é um dos que tem o menor custo e também, menor durabilidade. Isso porque esse material tem menos resistência a impactos exteriores e mais sensibilidade a altas temperaturas, o que deforma o material mais facilmente;
  • policarbonato — tem alta durabilidade e é resistente a produtos químicos e intempéries. Impedem a passagem de raios solares nocivos, pois contam com proteção UV, e favorecem a iluminação natural no ambiente. É o material com melhor custo-benefício atualmente;
  • aço galvanizado e alumínio — boa escolha para quem busca mais resistência, pois é altamente resistente à corrosão e à oxidação. É indicado para locais onde a entrada de luz natural pode prejudicar a cadeia produtiva, ou quando a escolha de um material mais resistente é necessária — caso de fábricas que trabalham com produtos corrosivos, encontram-se em regiões litorâneas ou em locais com problema de imunidade. Também é recomendado quando há um grande fluxo de empilhadeiras, ou quando é um ginásio de esportes, por exemplo, e qualquer local com índice a batidas / impactos.

Por que investir em venezianas de ventilação permanente?

Investir em soluções de ventilação natural como venezianas é uma demanda urgente nos parques industriais brasileiros.
As principais vantagens desse investimento são:
  • proporciona ventilação permanente que favorece o conforto térmico;
  • evita que os colaboradores fiquem expostos a mudanças bruscas de temperatura;
  • ajuda a preservar a vida útil dos equipamentos e dos itens armazenados;
  • reduz o consumo de energia com ar-condicionado e outros meio de ventilação forçada;
  • traz bem-estar para os colaboradores e favorece a produtividade das equipes.
Não é à toa que as principais certificações de sustentabilidade do mundo, como a Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), têm a ventilação natural como um dos critérios mais relevantes para atestar que uma obra é, de fato, sustentável.
As venezianas industriais fazem parte desse grupo de soluções ecologicamente corretas, favorecendo a entrada de ar nos galpões e, consequentemente, proporcionando conforto térmico para os colaboradores.
Sem falar que um ambiente termicamente agradável faz com que os colaboradores se tornem mais produtivos. Por fim, os gastos com ventilação forçada e aparelhos climatizadores diminuem de forma considerável.
É importante ressaltar que um sistema de ventilação natural que integre venezianas e lanternins industriais otimiza ainda mais esse processo.
Enquanto o ar que entra pela veneziana renova a circulação dele no ambiente, a exaustão que acontece nos lanternins elimina o ar quente pela cobertura do local, mantendo uma temperatura interna sempre agradável.
Janelas industriais, ou melhor dizendo, venezianas industriais promovendo boas taxas de renovação de ar

Como a permeabilidade das venezianas interfere na entrada do ar?

No tópico anterior, foi possível compreender por que as venezianas são escolhas campeãs para janelas industriais.
Quanto aos fatores a serem considerados na hora da compra, não há dúvida de que a escolha do material interfere na eficiência do produto. Por isso, aspectos como resistência, durabilidade e versatilidade devem ser priorizados.
Contudo, existe outro fator primordial que é levado em conta pelos responsáveis do setor de projetos: a permeabilidade das venezianas. Entenda melhor.

Relação entre permeabilidade das venezianas e eficiência do produto

O conceito de permeabilidade das venezianas diz respeito à quantidade de vento/ar que passa pelas aletas para dentro da fábrica. O espaçamento entre essas aletas é uma variável decisiva para a eficiência da solução, de modo que, quanto mais permeável for a aleta, maior será a entrada de ar no galpão — ou seja, mais eficiente a veneziana será.
No entanto, há um limite de permeabilidade que deve ser respeitado, caso contrário, outra variável importante pode ser comprometida: a estanqueidade do produto, que representa sua capacidade para bloquear a entrada de água da chuva, por exemplo.
Isso significa que, para ser de fato eficiente, o padrão estabelecido é de 50% de permeabilidade. Porém, essa taxa pode alterar de acordo com o projeto. Por exemplo, se houver telas mosquiteiras, elas acabam bloqueando parte do vento dessa força, obrigando que a taxa de desenvolvimento aumente.

Permeabilidade ideal para projetos de janelas industriais com venezianas

Somente com um dimensionamento criterioso é possível prever o espaçamento ideal das aletas conforme as particularidades de cada projeto.
Nesse sentido, o pioneirismo e a assertividade do Grupo MB são imbatíveis: enquanto a taxa média de eficiência de venezianas do mercado é de 22,6%, venezianas do Grupo MB desenvolvidas para um projeto em especial conseguiram atingir a taxa de 31,6%. Claro que isso só foi possível devido aos rigorosos testes praticados na empresa.
Outro diferencial das venezianas do Grupo MB é a possibilidade de controle automático das aletas, por controle remoto ou botoeira, o que torna sua utilização muito mais ágil e prática.
O funcionamento automatizado também influencia na eficiência da solução, otimizando o aproveitamento das correntes de ar e evitando que as aletas fiquem posicionadas de maneira incorreta, o que comprometeria a performance.
Sem falar que, com mais de 20 anos, o Grupo MB, especializado em projetos industriais sustentáveis de ventilação e iluminação natural, ganhou o selo Empresa Parceira da Natureza. Esse reconhecimento destaca o compromisso com a preservação ambiental e a adoção de práticas do ESG (Environmental, Social and Governance).
Esses são os critérios que você precisa considerar para um projeto bem-sucedido de janelas industriais, ou melhor, venezianas industrias, com destaque para a permeabilidade.
Se você deseja adquirir venezianas industriais de alta permeabilidade e custo-benefício garantido, entre em contato conosco que responderemos o mais breve possível!
pt_BR

O Grupo MB utiliza cookies sob o objetivo de melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. Para entender melhor leia a nossa Política de Privacidade.

Clique no botão abaixo para entrar em contato via WhatsApp