ARTIGOS

21

fevereiro

Como o luxímetro é utilizado na iluminação natural?

 

Para cumprir as exigências de luminosidade previstas na NR-17, é indispensável a utilização de aparelhos como o luxímetro, capaz de medir a intensidade da luz em ambientes internos.

A utilização de luz natural como alternativa para iluminação vai ao encontro da tendência mundial de impulsionar a sustentabilidade na indústria, pois aproveita um recurso disponível gratuitamente na natureza para cumprir as normas vigentes e minimizar os gastos com energia elétrica.

A medição da intensidade da luz pode ser feita avaliando diversos fatores, entre eles: o brilho, a iluminância ou iluminação, o fluxo luminoso e a intensidade luminosa. De acordo com a NR-17, fica estabelecido que as indústrias devem realizar medições de iluminação em suas áreas internas.

 

O que é o luxímetro?

O luxímetro é uma ferramenta utilizada para realizar medições de luminosidade em ambientes internos. É um aparelho geralmente portátil, o que torna mais prática a sua utilização.

Ele absorve e calcula a luminosidade de um determinado local, controlando essa luminosidade para que ela se mantenha confortável aos olhos de todos os presentes no local.

 

Como funciona o luxímetro?

O sensor do luxímetro detecta a intensidade da iluminação pelos lúmens que incidem em um metro quadrado. O lúmen é o fluxo luminoso gerado por uma candela (medida padrão de intensidade luminosa) em um determinado raio de alcance. Dessa forma, a iluminação determinada pela quantidade de lúmens que incidem em um metro quadrado.

A unidade de medida internacional de luminescência é o lux (lx), que representa o fluxo luminoso presente em 1m² de superfície (lux = lúmen/m²). A quantidade indicada para um recinto irá depender do tipo de atividade desempenhada e da quantidade de tempo que os colaboradores tendem a permanecer nesse local.

 

Como manusear o luxímetro?

Ao utilizar um luxímetro, é preciso tomar alguns cuidados para que as medições sejam realizadas da forma correta. O primeiro passo é ajustar a escala de leitura do aparelho, para obter resultados fiéis à realidade.

Luxímetro

Ao realizar a medição é importante procurar um local adequado, onde não haja sombras que possam atrapalhar o desempenho do sensor, que precisa ficar paralelo à superfície que está sob análise (mesa, bancada, etc.).

Caso não haja local adequado, a medição pode ser realizada a uma altura de 75 cm em relação ao piso, em um plano horizontal. Se não for possível apoiar o sensor horizontalmente em um local fixo, é possível realizar a medição segurando o aparelho nas mãos. Porém, é preciso estar atento ao nivelamento, pois uma angulação poderá afetar o resultado da leitura, já que o sensor não estará exposto corretamente à luminosidade.

 

 

Como medir a iluminação natural com luxímetro?

A utilização de luz natural nas indústrias é uma alternativa que prioriza a sustentabilidade no ambiente e vem sendo adotada por diversas empresas. Esse tipo de iluminação também deve seguir regras impostas pelas normas técnicas.

diferença-iluminacao-artificial-natural-medir-lux

Para que as medições sigam fiéis, é preciso adotar um método ou parâmetros que melhor se adequem ao ambiente em questão. É importante realizar a medição em períodos diferentes do dia e do ano, além de utilizar o sensor em vários pontos do local.

Em ambientes que fazem uso da luz natural, deve ser realizada a chamada “medição do céu”, que pode ser feita de forma natural (mais fácil, mas com menor precisão nos resultados) ou laboratorial (através de simulação, com maior fidelidade dos resultados).

 

Você já leu esses?

 

Quantidade de lux com a iluminação natural?

Em ambientes que exigem uma visão clara e meticulosa é exigida uma iluminação superior a 2.000 lux. Em locais que não demandam tanta visibilidade e com permanência reduzida, utiliza-se valores abaixo de 200 lux.
Para áreas internas é preciso buscar condições ideais tanto no conforto quanto na facilidade de obter toda a informação visual necessária para a realização adequada das atividades laborais.

 

Benefícios da iluminação natural

Além do consumo de energia, é importante sempre considerar a capacidade de iluminação do sistema utilizado, para que esteja de acordo com as regras estabelecidas para o local. 

Realizar medições periódicas é imprescindível para manter sua empresa sempre em acordo com a legislação vigente.

A busca pela sustentabilidade na indústria é uma ótima justificativa para usufruir de todas as vantagens oferecidas pelo uso de luz natural, incluindo a significativa redução nos gastos com energia elétrica.

A iluminação natural garante uma série de benefícios, ajudando a aumentar a qualidade de vida dos colaboradores e assumindo até mesmo um fator de higiene, pois inibe o crescimento de bactérias e a proliferação de fungos.

Além disso, a luz natural reconhecidamente reduz efeitos da depressão e está relacionada com o grau de satisfação com o ambiente.

O Grupo MB desenvolve diversas soluções e sistemas de iluminação natural. Entre em contato com nossa equipe e conheça os produtos e serviços oferecidos!

Aceitamos Cartão BNDES

Solicite seu orçamento: resposta em até 3 dias úteis.