ARTIGOS

soluções para evitar atrasos em obras na construção civil

5

abril

Atraso em obras: como domar este monstro da construção civil

O atraso em obras é um dos problemas mais recorrentes na indústria da construção civil. Atrasos têm as mais diversas razões, podendo estas ser causadas desde fornecedores, equipe de obras até a ação do clima.

E hoje vamos apresentar alguns dos mais recorrentes, porque eles acontecem e o que pode ser feito para evitá-los.

Principais fatores do atraso em obras e suas circunstâncias

atrasos em obras na contrução civil - problemas de produtividade

Retrabalho, entrega de material fora do prazo, baixo compromisso e produtividade da mão de obra são os fatores que mais influenciam para o atraso das obras. Para se ter uma ideia, 67% dos trabalhadores do ramo de construção executam ou exercem esforço em atividades que não retornam qualquer valor objetivo para o projeto.

Todos estão ligados à gestão da obra, e isto nos permite partir para entender as causas em mais detalhe.

Vamos agora apresentar os problemas que geram atraso em obras e discutir soluções para as questões já citadas e outras mais.

1. Falhas na comunicação

Dentre os desafios que ocasionam atraso em obras, as falhas na comunicação estão no topo da lista. Acompanhe e veja se o seu caso se enquadra nisso, para começar a mudar desde já!

Problema:

  1. Orientação partindo do gestor de obras, no escritório, passar ao mestre de obras, e só então por fim, chegar nos operários no canteiro de obras. A informação pode acabar se perdendo pelo caminho;
  2. Grande volume de informação (diário): Elevado tráfego de e-mails, muitos telefonemas e mensagens de WhatsApp;
  3. Pouca documentação dos processos;
  4. Necessidade em se repetir muitas vezes a mesma mensagem.

falhas na comunicação

Solução:

  1. Comunicar de forma clara e objetiva prazos e tarefas esperadas de cada componente da equipe;
  2. Sempre fazer documentação dos processos o mais detalhada o possível;
  3. Criar e padronizar canais de comunicação.

2. Clima desfavorável

Clima desfavorável também é uma causa bastante comum para a ocorrência de atraso em obras. No entanto, sempre é possível realizar um bom planejamento prévio para contorná-lo. Confira!

Problema: Mau tempo com chuvas e fortes ventanias pode facilmente criar um ambiente com pouca possibilidade de trabalho, principalmente em épocas de chuva, onde o canteiro de obras se torna literalmente em um lamaçal sem fim, podendo causar até atolamento dos equipamentos veiculares.

mau tempo

Solução: Em questão do clima, não há muito o que fazer. O importante é se ter um plano de evento, incluindo informações de previsão do tempo e conhecimento das chuvas sazonais. No evento de mal tempo, espera-se um planejamento de realocação da equipe para atividades que possam ser feitas independente do tempo ruim, de forma a evitar funcionários ociosos.

3. Mudanças de projeto não planejadas

Mesmo com um planejamento impecável, algumas variáveis fogem ao controle dos gestores e ocasionam atraso em obras. Veja como criar cronogramas flexíveis com espaços de respiro para manipular estes imprevistos.

Problema: exigências do cliente podem mudar, ou ainda, surgir algo extra no projeto que fica difícil de ser negado. Algumas vezes o cliente simplesmente não sabe exatamente o que quer, ou ainda não tem uma ideia formada de como o projeto deve ficar.

alterações no projeto

 

Solução: gerentes de projeto devem procurar ser pacientes e atenciosos com o cliente e permitir que eles expressem suas ideias e mudanças eventuais no projeto. Entretanto, deve ser informado ao cliente (com antecedência) que existirá uma data limite para alterações no projeto. Ou seja, depois desta, nada mais poderá ser modificado.

A próxima abordagem é de fundamental importância na gestão de qualquer projeto de engenharia, inclusive na construção civil, a logística.

4. Deficiências na logística

Existem alguns exemplos de deficiências na logística de uma organização que podem provocar atraso em obras. Confira mais a seguir.

  1. Escassez de recursos financeiros

Problema: Quando o dinheiro começa a faltar em uma obra bem no meio do projeto, as coisas podem ficar bem complicadas, especialmente quando o cliente já pagou pelo projeto e você já está cobrindo os custos do seu próprio bolso para terminar o serviço.

escassez-de-recursos-financeiros

Solução: O gerente de projeto (engenheiro ou mestre de obras) podem fazer uso de softwares de contabilidade dedicados para construtoras, para orçarem de forma precisa todo o projeto. O objetivo é que já no primeiro contato com o cliente exista um orçamento realista, e se necessário, um pedido de fundos de segurança (eventuais imprevistos) bem detalhado e justificado.

  1. Excesso de projetos

Problema: Muitas construtoras acabam pegando muitos projetos concomitantes, “pulando” de projeto em projeto, lutando para fazer tudo terminar dentro do prazo. O problema é que esta abordagem pode causar cansaço precoce nos operários no meio da jornada de trabalho. O que se verifica no final das contas, é que apesar da quantidade de projetos ser grande, todos acabam ficando atrasados por ineficiência de trabalho da equipe.

Solução: Possuir na equipe um mestre de obras ou engenheiro, que conheça bem sua equipe, saiba das capacidades e limites de cada integrante e não tem receio de recusar serviço se ele perceber que já alcançaram o limite de obras em execução.

  1. Fornecedor que não cumpre prazo

Problema: Para receber o material solicitado com as especificações e prazos corretos, a empresa de construção civil depende de bons fornecedores. E alguns dos materiais empregados para a execução dos serviços não podem ser estocados. Na verdade alguns deles precisam ser produzidos e entregues na própria obra em execução, que é o caso do serviço de concretagem, por exemplo.

 

fornecedores sem compromisso provocam atraso em obras

 

Solução: Para que esse problema seja evitado, é fundamental manter um histórico no sistema de cadastramento de fornecedores. Neste histórico conter todos os fornecedores que cumpriram com os prazos e as especificações feitas pelo departamento de compras. Outra medida é ter um plano B, caso um fornecedor falhe, a empresa deve imediatamente saber qual será o substituto.

O compromisso do grupo MB contra o atraso em obras

A prática que deve ficar bem clara na mente do gestor de obras é em manter o cliente sempre atualizado e ciente do andamento da obra. Garantir que toda a equipe esteja bem capacitada, focada e com as tarefas a serem executadas bem claras.

Um ponto importante ainda não citado e na verdade é a principal reclamação de cliente, é da ausência de qualquer feedback das empresas.

O cuidado em avisar o cliente sobre qualquer problema que esteja sendo enfrentado, mesmo que apesar de em alguns momentos o cliente não fique satisfeito, possibilitará uma janela de tempo para o cliente se preparar. Em geral, o cliente acaba entendendo que a empresa preza pela transparência e agilidade em todas as etapas do projeto.

Por essa razão, o grupo MB busca a agilidade do serviço prestado, da criação do orçamento à entrega e montagem dos produtos na obra.

Aceitamos Cartão BNDES

Solicite seu orçamento: resposta em até 3 dias úteis.