ARTIGOS

o-que-a-Apple-nos-ensina-sobre-sustentabilidade-

14

junho

O que a Apple nos ensina sobre sustentabilidade?

Que a gigante Apple é sinônimo de inovação em tecnologia, a gente já sabe. Mas no quesito sustentabilidade será que a empresa norte-americana teria algo a compartilhar? Afinal, são milhões de aparelhos vendidos por ano, permeado por um histórico de críticas por conta do uso de materiais tóxicos e de emissão de gases do efeito estufa.

Só que, do passado, ficaram apenas os números milionários de vendas. Hoje, a  Apple é considerada pela organização ambiental Greenpeace uma empresa amiga do meio ambiente.

Em 2017, foi classificada como a mais “verde” do mercado de tecnologia. Ou seja, a Apple assumiu a parte que lhe cabe nos dias em que a sustentabilidade é considerada uma prática essencial.

E o que isso significa? Que a empresa do Steve Jobs adota práticas sustentáveis para garantir que o desenvolvimento aconteça sem esgotar ou prejudicar os recursos naturais do planeta.

Em 2018, por exemplo, a gigante norte-americana anunciou que 100% da sua fonte de energia por todo o mundo é limpa.

Portanto, vamos conferir o que a Apple tem a nos ensinar sobre sustentabilidade? Se você também deseja que sua empresa seja sustentável, continue a leitura!

 

Energia limpa

A Apple afirma que 100% da energia das suas instalações no mundo todo são provenientes de energia limpa.

 

Foto da sede da Apple na Califórnia, um exemplo de sustentabilidade empresarial.

Placas fotovoltaicas na cobertura do Apple Park em Cupertino, Califórnia.

Isso significa que a empresa utiliza fontes de energia renováveis, como a iluminação natural e os ventos, para a produção de eletricidade. De acordo com a marca, em 2017, foram gerados 626 megawatts somente a partir da energia solar.

 

Redução de materiais nocivos

Mercúrio, chumbo em solda e arsênio, que são substâncias químicas nocivas ao meio ambiente, não fazem mais parte da composição dos produtos da Apple. Onze itens do portfólio da marca também passaram a ser produzidos com carcaça de alumínio 100% reciclável.

A empresa amiga da sustentabilidade ainda reduziu 48% do uso de plástico na produção dos aparelhos tecnológicos, quando comparados os índices de 2019 e 2015.

 

Reciclagem dos materiais

Um robô automatizado para reciclar os celulares da marca também aponta como uma ação de sustentabilidade da Apple. Intitulado Daisy iPhone, a ferramenta já reciclou mais de um milhão de aparelhos ao longo de um ano. Há ainda incentivos da marca para a troca de aparelhos usados, como forma de política de recolhimento da produção obsoleta no mercado; e para a separação dos materiais que vão para a reciclagem, podendo ser reutilizados.

Além disso, nos Estados Unidos e no Canadá, a empresa oferece reciclagem gratuita das embalagens para clientes do segmento empresarial, educacional e institucional.

 

reciclagem-dos-materiais-apple_park

 

Descarte dos produtos

O programa de reciclagem da Apple, intitulado Apple GiveBack, incentiva a redução do impacto da geração de lixo no planeta e é um compromisso assumido publicamente pela marca. Segundo a Apple, o foco é a produção de aparelhos mais resistentes e duráveis, bem como oferecer uma assistência especializada em reparos para aumentar o tempo de duração dos produtos.

 

Trabalho em equipe

Os fornecedores da Apple também assumiram o compromisso de operar com 100% de energia renovável. A marca expandiu o suporte aos parceiros de produção a fim de diminuir a própria pegada de carbono (medida utilizada para calcular a emissão de gases do efeito estufa) no planeta.  A iniciativa evitou que mais de 1,5 milhão de toneladas desses gases fossem lançadas no meio ambiente.

 

fornecedores-da-apple-tambem-assumiram-o-compromisso-de-operar-com-energia-limpa

 

Empresas brasileiras e a sustentabilidade

Há exemplos de empresas comprometidas com a responsabilidade ambiental também no Brasil. Natura, Unilever e Nestlé são algumas das marcas que adotam ações de sustentabilidade como uso de energia limpa, neutralização da pegada de carbono e reciclagem de materiais.

E, assim como a Apple, muitas organizações vêm despertando para a consciência ambiental, adotando medidas de sustentabilidade. O uso de energia limpa, redução de lixo e reciclagem dos materiais são algumas delas. Independente do segmento, sempre é possível ser mais sustentável – assim como a Apple nos ensinou.

 

Iluminação natural

Outra alternativa acessível para garantir a sustentabilidade de produção nas empresas é a iluminação natural, quando aproveita-se a luz do sol para oferecer claridade aos ambientes. A prática não só reduz o consumo de energia artificial, como também representa diminuição de custos com eletricidade para a empresa.

Quer saber quanto pode economizar adotando um sistema de iluminação natural? Leia agora mesmo o artigo sobre a redução de custos na indústria com a iluminação natural!

Aceitamos Cartão BNDES

Assine nossa newsletter e receba novidades.