ARTIGOS

3

abril

Ventilação e higiene: como se proteger do coronavírus na indústria

 

O momento requer medidas de restrição para conter a propagação do coronavírus. 

Empresas que não prestam serviços essenciais à população em Santa Catarina devem interromper suas atividades até a data de publicação deste artigo, de acordo com decreto do governador Carlos Moisés.

Mas para a linha de produção industrial o cenário é diferente: dezenas de atividades não podem parar. Diante disso: como se proteger do coronavírus na indústria?

Produção de itens de saúde, higiene e alimentação, claro, estão no topo da lista que devem seguir mesmo em tempo de isolamento social. Mas algumas medidas podem e devem ser adotadas nesses negócios cuja missão é garantir o acesso da população a itens essenciais.

Por isso, neste artigo, reunimos todas as informações sobre as medidas de restrição adotadas no Estado e como se proteger do coronavírus na indústria.

 

Medidas adotadas em Santa Catarina

O governador Carlos Moisés anunciou por meio de decreto, medidas restritivas às atividades comerciais no Estado.

Entre as principais medidas, estão a suspensão das atividades e serviços comerciais não essenciais até novo decreto, como shoppings centers, academias, bares, lojas etc; das aulas do ensino público e privado; bem como a proibição de eventos que propiciem aglomerações, como missas, reuniões, cursos etc.

 

Obs.: medidas válidas até a publicação deste artigo. Consultar possíveis alterações no site do Governo de SC.

 

Como se proteger do coronavírus nas indústrias?

Para as indústrias, a medida geral de proteção contra o avanço da Covid-19 ficou por conta da exigência de redução de 50% do total de trabalhadores por turno de trabalho. A ordem vale para as linhas de produção que não prestam serviços essenciais à população.

Para as indústrias que atuam com a produção de itens de saúde, higiene e alimentação, por exemplo, o decreto determina a continuidade da prestação do serviço. Porém, com todo o cuidado que o momento pede. 

Veja: o segmento deve priorizar o afastamento de profissionais que pertencem ao grupo de risco (mais de 60 anos, hipertensos, diabéticos e gestantes), priorizar o trabalho home office dos setores administrativos; bem como adotar as medidas de proteção no dia a dia de trabalho.

 

Conheça quais são:

Medidas preventivas contra o coronavírus nas indústrias

As práticas a seguir são recomendações do Ministério da Saúde para controlar a propagação do vírus em todo o Brasil. Então, em um setor que não pode parar, é indispensável saber como se proteger do coronavírus na indústria.

 

Você já leu esses?

 

Reforce as medidas de higiene

É importante atentar todos os colaboradores, especialmente os que permanecem na linha de produção, sobre as medidas de higiene que devem ser adotadas. Veja:

  • Lavar as mãos corretamente ao chegar e sair dos ambientes;
  • Na impossibilidade de lavagem das mãos com água e sabão, usar álcool em gel;
  • Limpar a superfície de equipamentos e ferramentas de trabalho e objetos pessoais, como máquinas, mouse, teclado, telefone, celular, constantemente;
  • Evitar o contato das mãos com maçanetas, corrimãos, portas de elevador etc;
  • Evitar tocar o rosto (olhos, boca e nariz) ao longo do dia;
  • Cobrir o nariz e a boca com o antebraço ao tossir ou espirrar.

 

 

Respeitar o distanciamento mínimo entre pessoas

Outra medida preventiva é evitar o contato físico entre os colaboradores. Ou seja, sem aperto de mão ou cumprimentos com abraços e beijos.

Onde não é possível evitar a presença de mais de uma pessoa, a recomendação do Ministério da Saúde é a distância mínima de dois metros entre aqueles que não estejam usando máscara; e de um metro para colaboradores protegidos por máscara. O objetivo da medida é diminuir os riscos de contágio.

 

 

Priorizar a ventilação natural

Ambientes fechados, onde não circula o vento, são mais propícios para a propagação de vírus e doenças respiratórias. Então, uma das formas de como se proteger do coronavírus na indústria é adotar sistemas de ventilação natural nas linhas de produção.

Isso porque a opção oferece a renovação de ar constante e permite a troca de calor entre a área interna e externa com facilidade – aspectos essenciais para evitar a propagação do coronavírus.

Inclusive, o Grupo MB oferece soluções personalizadas e inteligentes de ventilação natural para as indústrias. Veja:

 

  • Lanternim: é um sistema de ventilação natural que possibilidade a renovação do ar e pode ser instalado em qualquer tipo de cobertura;
  • Venezianas: além de possibilitar a ventilação natural controlada, as venezianas possibilitam a iluminação natural e proteção uv no ambiente industrial;
  • Domus: domus de ventilação e iluminação ou, essencialmente, um lanternim com a cobertura da parte central em policarbonato translúcido, instalado sobreposto ao ponto mais alto de um galpão ou construção – a cumeeira. Essa estrutura possui aberturas dispostas de forma a permitir a ventilação no ambiente interno.

 

 

Conheça as medidas adotadas pelo Grupo MB

Atento e vigilante em relação aos cuidados para evitar a propagação do coronavírus, o Grupo MB vem seguindo estritamente as medidas de prevenção determinadas pelo governo do Estado. 

Os colaboradores das áreas administrativas estão trabalhando de casa, também devidamente orientados pelas boas práticas de higiene. Além disso, não estamos fazendo atendimento presencial e colaboradores acima de 60 anos foram dispensados.

Nesse momento delicado, quem pode parar o trabalho, deve ficar em casa. Porém, algumas linhas de produção não podem parar e, lógico, devem seguir todas as recomendações do Ministério da Saúde. 

E, agora que você já sabe exatamente como se proteger do coronavírus na indústria, que tal fazer esse conhecimento alcançar novas pessoas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Aceitamos Cartão BNDES

Solicite seu orçamento: resposta em até 3 dias úteis.