ARTIGOS

5

outubro

O que é CFD e como aplicar a metodologia pode alavancar seus resultados

 

Desidratação, dificuldade de concentração e erros na execução do trabalho são problemas comuns ocasionados pela falta de conforto térmico nos galpões industriais. Para ajudar a minimizar isso, é importante entender o que é CFD e porque essa metodologia atrelada a sistemas de ventilação natural são a melhor solução para reverter esse quadro é um excelente primeiro passo.

Juntas, essas soluções garantem uma temperatura agradável no interior da fábrica e, consequentemente, impulsionam a produtividade dos colaboradores. 

Mas e o que é CFD? Sigla para Computational Fluid Dynamic, CFD é a metodologia que viabiliza uma instalação perfeita de sistemas de ventilação natural, validando dados de velocidade do vento e temperatura interna na fábrica para que seja possível obter o máximo desempenho da solução. Assim, não há risco de prejuízo ou retrabalho. 

Neste post, vamos detalhar o que é CFD e explicar como essa metodologia funciona na prática. Confira!

 

Entenda o que é CFD e como funciona na prática

guia para modelagem em bim

O CFD é uma metodologia inovadora da engenharia computacional utilizada para modelar fluidos, como o ar. A partir desse método é possível desenvolver um projeto minucioso de ventilação natural em um software de modelagem 3D. O programa valida dados e faz os cálculos necessários para prever uma instalação ideal conforme as necessidades de cada galpão.

Ou seja, o CFD funciona como uma calculadora de fluidos de ar que otimiza projetos de engenharia, já que não será necessário calcular manualmente o comportamento dos fluidos naquele espaço. 

Isso permite testar diferentes possibilidades no modelo computacional para depois aplicar com mais assertividade no galpão, considerando-se que a eficiência de um projeto de ventilação natural depende de vários critérios. O posicionamento da edificação em relação ao vento e ao sol, a localização das aberturas para passagem do vento, o tamanho dessas aberturas e os dados meteorológicos do ambiente são alguns desses fatores. 

O CFD utiliza esses dados enquanto simula a criação de uma malha em 3D do ambiente para calcular o ponto médio de acuracidade da solução e, então, dimensionar um projeto bem-sucedido. Entre os resultados levantados pelo CFD podemos citar:

  • comportamento do fluido;
  • velocidade do ar;
  • identificação de zonas de estagnação, as chamadas zonas “mortas”;
  • identificação de pontos de maior e/ou menor temperatura;
  • perfil de pressão e perda de carga;
  • melhor posicionamento dos equipamentos na edificação;
  • otimização geométrica do equipamento/edificação.

 

Por que usar essa metodologia no seu projeto de ventilação natural?

Ao entender o que é CFD é possível identificar que ele inova o conceito de ventilação natural ao aperfeiçoar a instalação por meio da validação de dados de velocidade, temperatura e comportamento do ar. Em seguida, listamos as principais vantagens de contar com essa metodologia na elaboração do seu projeto.

 

Proporciona mais eficiência e qualidade

Lendo até aqui, você certamente já percebeu que o CFD eleva o nível de qualidade de um projeto de ventilação natural. Com essa metodologia, é possível prever o comportamento do fluido de ar dentro do galpão e também no interior do lanternim para aumentar a eficiência da instalação, reduzir custos e evitar prejuízos.

O uso do CFD começa com um criterioso levantamento de dados da fábrica em si. Uma equipe especializada vai até o galpão e analisa os fatores que influenciam diretamente no dimensionamento da solução. Em seguida, essas informações são computadas no software, que automaticamente fará os cálculos necessários a partir da realidade virtual, garantindo assim um projeto mais acurado.

 

Permite alterações rápidas nos projetos

As simulações do CFD ajudam na evolução contínua de cada projeto, permitindo alterações rápidas e reavaliações quando necessário, sempre em busca do melhor desempenho possível da instalação. Além disso, com essa metodologia computacional fica muito mais fácil compreender como  o sistema de ventilação natural funcionará na prática, bem como seu encaixe e design ideais.

 

Reduz custos e não gera retrabalho

Outra grande vantagem de validar os dados do seu projeto de ventilação natural com o auxílio do CFD é reduzir os custos da instalação e não correr o risco de ter retrabalho, pois tudo já estará bem dimensionado pelo software. Sabemos que a sua intenção ao instalar sistemas de ventilação natural é justamente ganhar conforto térmico e economizar com ventilação forçada. Portanto, qualquer prejuízo com a instalação seria muito frustrante.

Agora que você já compreendeu o que é CFD, não resta dúvida de que vale a pena utilizar a engenharia assistida por computação ao elaborar um projeto de ventilação natural. Afinal, para garantir o custo-benefício da solução, é preciso priorizar as etapas iniciais de seu desenvolvimento. O CFD otimiza esse processo para que você tenha sucesso na instalação e possa usufruir da melhor performance dos sistemas de ventilação natural.

O Grupo MB é pioneiro no uso desta metodologia em projetos de ventilação natural. Preparamos um infográfico que traz mais detalhes sobre as vantagens do CFD e sua aplicação nas indústrias. Baixe o material e veja o que você deve considerar na hora de fazer o investimento!

Aceitamos Cartão BNDES

Solicite seu orçamento: resposta em até 3 dias úteis.