Como as indústrias podem alcançar a ODS 9 da ONU

ods da ONU

A ODS 9 da ONU faz parte dos objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Os objetivos desta ODS são bastante específicos, mas, em linhas gerais, o intuito é promover a sustentabilidade industrial por meio de soluções que aliem alta performance e baixo nível de impactos ambientais. Continue a leitura e entenda como a indústria pode aplicar a ODS da ONU a partir de sistemas inovadores e inteligentes!

O que diz a ODS 9 da ONU e por que ela é tão importante?

O objetivo principal da ODS 9 da ONU é trazer desenvolvimento sustentável a partir de soluções tecnológicas nas indústrias, as quais ajudariam a combater problemas ambientais e sociais. No aspecto ambiental, uma das preocupações é o combate ao aquecimento global. Já em termos sociais, a ODS da ONU visa promover uma distribuição mais democrática de oportunidades de emprego e acesso a serviços básicos.

Ou seja, a intenção é que as indústrias não apenas se tornem espaços mais sustentáveis, mas também mais inclusivos, estimulando a participação de pequenas empresas na cadeia produtiva e, assim, gerando mais emprego e qualidade de vida para a população. Podemos resumir a importância da ODS 9 da ONU da seguinte maneira:

  • Promove construções sustentáveis, eficientes e resilientes;
  • Torna os processos produtivos mais inclusivos e democráticos;
  • Fortalece a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico;
  • Aumenta o acesso de micro e pequenas empresas aos sistemas financeiros;
  • Democratiza o acesso às tecnologias de informação e comunicação (TIC).

O que são infraestruturas resilientes?

A construção de infraestruturas resilientes é uma das metas da ODS 9 da ONU para cumprir os acordos da Agenda 2030. Uma infraestrutura resiliente é aquela que absorve impactos (ambientais ou sociais) com agilidade e eficiência. A prática do retrofit industrial é um exemplo de busca por infraestrutura resiliente, pois essa prática moderniza estruturas antigas para tornar o projeto mais sustentável e funcional.

Como sabemos, as consequências adversas das mudanças climáticas ameaçam a qualidade de vida nos centros urbanos e área rural, aumentando inclusive o risco de desastres ambientais.

Nesse sentido, o investimento em infraestrutura resiliente significa racionalizar o uso de determinados recursos para promover linhas de produção inteligentes, prestando serviços de qualidade sem ocasionar riscos ou transtornos às comunidades populacionais.

Como está a ODS 9 da ONU, indústria, inovação e infraestrutura pelo mundo?

Coreia do Sul, Alemanha e Finlândia ocupam hoje o pódio dos países mais inovadores do mundo em termos de infraestrutura industrial. É isso o que diz a pesquisa feita pela empresa Bloomberg de 2019, que avaliou o Índice Mundial de Inovação a partir de alguns critérios principais da ODS da ONU, como:

  • Investimento em pesquisa e desenvolvimento;
  • Investimento em educação superior de qualidade;
  • Densidade de empresas públicas de alta tecnologia.

O que chama atenção é que os demais países que compõem esse ranking são todos considerados desenvolvidos, possuindo alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Decerto, por serem locais com capacidade elevada de investimento, esses países saem na frente daqueles considerados subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, como é o caso do Brasil.

O desafio, portanto, é promover um acesso mais justo e democrático aos recursos de inovação e às tecnologias sustentáveis nos países que ainda estão despontando na caminhada pela sustentabilidade industrial.

Como as indústrias podem alcançar a ODS 9 da ONU?

Existem critérios decisivos para que os países possam alcançar a ODS 9 da ONU, como o potencial de investimento tecnológico que falamos acima. Esse alcance, portanto, dependerá da avaliação de contextos específicos, considerando-se a disponibilidade de recursos, o tamanho e a atividade-fim das indústrias, por exemplo.

De forma geral, podemos dizer que uma das maneiras de contribuir para a inovação na indústria e, assim, se adequar ao que diz a ODS 9 da ONU é investindo em sistemas inteligentes que aliem alta performance e redução de custos na cadeia produtiva. Um ótimo exemplo são as soluções de iluminação e ventilação natural, que trazem eficiência energética para a fábrica sem abrir mão da eficácia dos sistemas.

Já conhece os princípios da ventilação natural? Aproveite nosso quiz e teste seus conhecimentos sobre os impactos do uso de soluções sustentáveis na indústria!

Estruturas como domus de iluminação natural, lanternins e venezianas de ventilação permanente conseguem aliar conforto térmico, economia de energia elétrica e qualidade de vida no local de trabalho. Todas essas soluções operam a custo zero de energia e, quando bem dimensionadas, favorecem o uso estratégico dos recursos naturais – sol e vento – para configurar um galpão industrial mais salubre, confortável e agradável.

O resultado desse processo é uma linha de produção otimizada, mais econômica e com colaboradores mais motivados. Tudo isso, é claro, sem gerar impactos ambientais que poderiam comprometer não só os índices de produção, mas também o futuro das próximas gerações.

Quer saber mais sobre essa relação entre sustentabilidade industrial e cadeia produtiva inteligente? Conheça os principais recursos da Indústria 4.0 e veja no que investir para tornar sua fábrica mais eficiente e sustentável!

pt_BR

O Grupo MB utiliza cookies sob o objetivo de melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. Para entender melhor leia a nossa Política de Privacidade.

Clique no botão abaixo para entrar em contato via WhatsApp