ARTIGOS

ROI e Payback: Promova a otimização econômica de energia numa indústria

30

novembro

Otimização econômica de energia numa indústria: entenda ROI e Payback

 

Para sobreviver no mercado os gestores precisam acompanhar de perto as métricas do negócio, pois são esses indicadores que dizem se um investimento está ou não valendo a pena. Isso é ainda mais relevante quando se trata de promover a otimização econômica de energia numa indústria.

No crescente mercado de energia solar, por exemplo, a primeira coisa feita antes da instalação é o cálculo do Payback para saber se o projeto será economicamente viável, ou seja, se a economia de energia elétrica nos próximos anos é suficiente para pagar o valor investido no sistema.

Outra métrica importante é o ROI (Retorno Sobre o Investimento). Enquanto o Payback é um indicador temporal, o ROI é calculado em termos de porcentagem do investimento feito. Essa métrica diz “quantas vezes” o valor investido retornou para o investidor na forma de benefícios. Neste post, explicamos em detalhes como funciona!

 

O que é Payback e como calculá-lo?

 

O Payback expressa em quanto tempo o lucro ou economia obtida com determinado investimento vai se igualar ou se sobressair ao valor inicial investido. Isso permite saber se o projeto será benéfico em curto, médio ou longo prazo. Por exemplo: se você precisa obter resultados já no primeiro ano com determinado projeto, um Payback de três anos não é interessante.

Vale lembrar que em algumas situações o Payback real pode ser diferente daquele calculado antes da instalação. Em relação às soluções para atingir eficiência energética nas indústrias, por exemplo, a economia ao longo do tempo pode variar conforme as tarifas de energia, embora o valor do investimento inicial seja fixo.

Considere a seguinte situação: imagine que sua indústria tenha uma conta de luz de R$ 1.000,00. Com um investimento de R$ 10.000,00 em soluções de iluminação e ventilação natural, identificou-se que a conta pode ser reduzida para R$ 600,00. E aí, será vale a pena o investimento? Para saber, precisamos calcular o Payback. A fórmula de cálculo é a seguinte:

  calcular-payback-economia-energia

 

Dado o investimento inicial de R$ 10.000,00 e a economia obtida de R$ 400,00 por mês, o Payback para esse investimento é de 25 meses. Se você quiser saber o Payback em anos, basta dividir o valor em meses por 12. Assim, o Payback em anos é de aproximadamente 2,1, ou seja, dois anos e um mês.

Isso significa que, nesse caso, após dois anos de uso da solução a economia mensal de R$ 400,00 de energia elétrica já será convertida em lucro para a empresa. Já nos primeiros 25 meses, a economia obtida estará apenas cobrindo os custos do investimento inicial.

 

O que é ROI e como calculá-lo?

 

Vamos agora para esta segunda métrica importante dentro dos estudos e preparos para a otimização econômica de energia numa indústria. 

O ROI mede a taxa de retorno obtida com determinado investimento. Então, quanto maior for o ROI, mais retorno financeiro um investimento gera. Em termos mais práticos, podemos dizer que o ROI indica quanto a sua empresa ganhou ou perdeu ao investir em determinada solução.

Fazer esse cálculo é fundamental para estabelecer as metas e os planos de ação do negócio, de modo a otimizar os lucros obtidos identificando quais são os melhores investimentos. Vamos então ao cálculo do ROI no contexto de uma indústria cujo maior custo é a energia elétrica.

Utilizaremos o mesmo exemplo de investimento em eficiência energética que usamos na seção sobre Payback: se a empresa investiu R$ 10.000,00 em soluções de iluminação natural e conseguiu diminuir a fatura de energia elétrica de R$1.000,00 para R$ 600,00, qual será o ROI depois de 60 meses (5 anos) de uso da solução? A fórmula de cálculo é a seguinte:

 calcular-valores-retorno-roi

 

Assim, para nosso exemplo temos:

calcular-retorno-economia-energia-roi

 

O lucro obtido é dado multiplicando-se o lucro (ou economia) mensal da fatura de energia (R$ 400,00) por 60 meses, que é período o considerado. Feito o cálculo, o ROI é de 1,4. Ou seja, em 5 anos, o Retorno do Investimento será de 1,4 vezes (140%).

Note que esse valor está condizente com o Payback calculado anteriormente. Afinal, se o investimento se paga em 2 anos, é esperado que em 5 anos o lucro obtido seja aproximadamente uma vez e meio o investimento inicial.

 

Como essas grandezas influenciam otimização econômica de energia numa indústria?

 

As métricas de Payback e ROI são fundamentais para uma empresa tomar as melhores decisões de compra, reduzindo custos e controlando o orçamento. Sabendo quanto tempo cada investimento demora até ser recuperado (Payback) e qual a taxa de retorno fornecida (ROI), os gestores conseguem ter o embasamento necessário para manter a saúde do negócio.

As soluções sustentáveis para atingir eficiência energética na indústria são bons exemplos de investimentos com retorno garantido. Além disso, investir em sustentabilidade hoje em dia é praticamente um pré-requisito para ter uma imagem positiva no mercado, pois demonstra que a empresa está interessada não somente em reduzir despesas operacionais, mas sobretudo em preservar os recursos do planeta.

 

Quais as melhores soluções para otimização econômica de energia numa indústria?

 

Vamos então às soluções mais indicadas para aliar economia de energia, redução de custos e sustentabilidade nos galpões industriais.

 

Domus de iluminação natural para otimização econômica

 

Com alta durabilidade e resistência, os domus são estruturas que potencializam a iluminação natural no interior da fábrica, reduzindo significativamente o consumo de energia e proporcionando um local de trabalho mais agradável. Os domus exigem pouca manutenção (recomenda-se que seja realizada uma limpeza anual) e podem ser instalados em qualquer tipo de cobertura – novas ou já existentes – por meio de Clips reguláveis.

Para otimizar ainda mais o processo, a solução pode ser integrada com LEDs dimerizáveis. Assim, o sistema inteligente adapta o nível de luminosidade das lâmpadas de acordo com a incidência da iluminação externa, o que garante a máxima economia possível. Além disso, também é possível programar o acionamento/desligamento automático das lâmpadas, poupando os funcionários de se esquecerem dessa tarefa.

Resumimos as principais vantagens dos domus de iluminação natural:

  • reduzem os custos com energia elétrica;
  • melhoram o bem-estar dos colaboradores devido à entrada de luz natural;
  • iluminam mesmo em dias nublados;
  • bloqueiam 98% dos raios UV;
  • dispensam a utilização de lâmpadas em uma média de 8 horas por dia;
  • distribuem a luz de forma homogênea, por chapas prismáticas;
  • não possuem peças móveis ou outras sujeitas a desgaste;
  • têm baixo peso específico e alta resistência mecânica;
  • são fixados na estrutura e não na telha, eliminando o risco de infiltrações;
  • proporcionam retorno do investimento em até dois anos e meio.

 


 

Lanternins de ventilação natural e a economia de energia

 

Os lanternins industriais são soluções de ventilação natural que promovem o conforto térmico e a qualidade do ar dentro dos galpões, reduzindo a necessidade de uso dos aparelhos de ar-condicionado e exaustores mecânicos. A estrutura é indicada para qualquer ambiente que necessite da renovação constante do ar, seja para manter uma temperatura interna agradável, seja para dispersar poluentes e partículas tóxicas.

O seu funcionamento se dá por meio de dois fenômenos físicos, os efeitos Venturi e chaminé, que impulsionam as trocas de ar interno sem consumir energia e sem movimentação mecânica. Outra vantagem é que os lanternins também favorecem a iluminação zenital, iluminando o galpão de forma difusa e, consequentemente, dispensando o uso de lâmpadas durante boa parte do dia.

Resumimos as principais vantagens dos lanternins de ventilação natural:

  • trazem conforto térmico para o galpão;
  • proporcionam ventilação permanente;
  • melhoram a qualidade do ar com as trocas constantes;
  • reduzem o risco de propagação de doenças respiratórias;
  • não emitem ruídos e têm custo zero de manutenção;
  • geram economia com ventilação e iluminação forçadas;
  • podem ser instalados com tela de proteção anti-insetos/passarinheira.

 

Venezianas de ventilação natural: otimização econômica de energia numa indústria

 

As venezianas industriais são soluções de ventilação permanente que aliam conforto, produtividade e economia de energia na empresa. São fabricadas em diversos materiais, cores e modelos, conforme as necessidades de cada projeto. Um ambiente bem ventilado, além de favorecer o bem-estar e o rendimento dos colaboradores, dispensa o uso do ar-condicionado, grande vilão das faturas de energia.

Resumimos as principais vantagens das venezianas industriais são bastante similares aos dos lanternins, confira:

  • reduzem custos com ventilação forçada;
  • proporcionam ventilação permanente;
  • trazem mais conforto térmico e bem-estar para os colaboradores;
  • favorecem a iluminação por serem fabricadas com policarbonato translúcido;
  • possuem alta resistência mecânica em comparação com outros materiais;
  • têm baixo peso específico e são fáceis de instalar;
  • são produzidas sob medida para sua obra.

O Grupo MB dispõe de um portfólio completo de soluções de iluminação e ventilação natural para promover a otimização econômica de energia numa indústria. Se você pretende reduzir custos de maneira inteligente e sustentável, entre em contato conosco e faça um investimento com ótima taxa de retorno e Payback garantido!

 

Aceitamos Cartão BNDES

Solicite seu orçamento: resposta em até 3 dias úteis.