ARTIGOS

23

março

Macrotendências mundiais para 2030 apontam crescimento na demanda por energia renovável

 

Como estará o mundo daqui a 10 anos no quesito energético? Quais serão as maiores demandas da população?

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp/Ciesp) lançou um documento que aponta as principais macrotendências mundiais para 2030. 

E o que se vê? Um futuro próximo que tem a ver com sustentabilidade e com mudanças significativas no consumo de energia renovável.

Por isso, neste post, reunimos informações relevantes que, certamente, vão impactar a forma de utilização de recursos energéticos dentro das empresas, indústrias e construções.  Acompanhe!

 

Energia renovável: o que vem pela frente

A Fiesp apontou oito macrotendências mundiais, das quais quatro são determinantes para o cenário de energia renovável no Brasil. Veja quais são elas:

  • Intensificação da demanda por alimentos;
  • Aumento da demanda por energia;
  • Mudança no padrão de produção;
  • Necessidade de infraestrutura moderna e competitiva.

Além desses itens, a pesquisa apresentou como tendência a expansão do entretenimento e turismo, a urbanização e emergência de megacidades, o envelhecimento da população e o aumento de tensões geopolíticas.

Essas que não refletem diretamente no quesito de energia renovável, mas que precisam ser mapeadas também.

Mas o que muda com essas tendências? Quais oportunidades de mercado surgem? Quais mudanças os negócios precisarão adotar nos próximos 10 anos? Siga a leitura para entender esses impactos.

 

Soluções para redução do desperdício de água

Os negócios vão precisar encontrar soluções para reaproveitamento de água. Com o crescimento da população e o aumento da renda, a demanda por alimentos também vai aumentar.

E isso implica uma maior utilização de água no planeta. Porém, os recursos naturais são escassos.

De acordo com a pesquisa, somente em 2018, foram investidos mais de 15 bilhões de dólares em processos de dessalinização da água. Ou seja, para torná-la potável, própria para o consumo.

Para 2030, a Fiesp aponta: mais investimentos em saneamento para a reutilização de água e soluções da indústria 4.0 para redução do desperdício e coleta desse recurso natural finito.

 

 

Soluções para o suprimento eficaz de energia

energia renovável

O aumento da demanda mundial por energia revela um cenário promissor para o Brasil. Afinal, o país tem um dos maiores potenciais energéticos de fontes renováveis do globo.

Destaque para as hidrelétricas e energia eólica — sendo, inclusive, o Brasil um dos dez maiores produtores da energia que vem dos ventos.

Além de que, aqui, já existe tecnologia para a substituição do petróleo, a exemplo do etanol.

Outro ponto que merece destaque quando o assunto é energia renovável é o potencial brasileiro para a produção de máquinas e equipamentos para gerar e distribuir esse tipo energético.

Inclusive, de acordo com a pesquisa, a previsão é de que o mundo invista 65 bilhões de dólares em sistemas digitalizados para a distribuição inteligente.

 

 

Necessidade de investimento em infraestrutura energética

Ainda devido ao aumento da demanda por energia, a Fiesp também apontou a necessidade de investimento em infraestrutura energética como uma macrotendência para 2030.

Segundo aponta a pesquisa, consumidores se tornarão ao mesmo tempo produtores de energia, com a energia solar — que, por sua vez, ainda é pouco utilizada no Brasil.

Há também a perspectiva de uso de formas alternativas de estocagem de energia para substituir o lítio, a exemplo do armazenamento químico.

 

 

Produção industrial mais limpa

energia renovável

Crescimento econômico e populacional exige maior consumo energético. Até 2030, o consumo de energia mundial deve ser de 35% maior do que em 2005, segundo a Folha de S. Paulo.

Porém, seguindo-se o uso da energia gerada por termelétricas que trazem substanciais impactos negativos para o planeta, a conta não vai fechar.

Não à toa, uma das macrotendências apontadas pela Fiesp é a mudança no padrão de produção para um maior equilíbrio ambiental.

Empresas, indústrias e construções deverão adaptar a cadeia produtiva na direção da sustentabilidade e da utilização de fontes de energia renovável.

Logo, a perspectiva é de que a produção industrial seja mais limpa, marcadas pela eficiência energética e diminuição de gases poluentes.

Hoje, no mercado, já é possível encontrar soluções como sistemas de iluminação e ventilação natural.

Nos próximos 10 anos será imprescindível que sustentabilidade e energia renovável caminham lado a lado. Em um futuro próximo, os negócios já terão se adaptado para utilizar soluções que permitem a manutenção da vida humana no planeta. E é importante começar agora.

Quer conhecer as soluções inteligentes que o Grupo MB oferece a fim de garantir a eficiência energética do seu negócio? Veja o nosso portfólio de obras entregues!

Aceitamos Cartão BNDES

Solicite seu orçamento: resposta em até 3 dias úteis.